Archive for Junho 2014

You wild Colorado, here I go. (I got my visa post)

07:50 da manhã do dia 04 de junho eu estava embarcando na minha primeira viagem de avião, rumo a São Paulo. A minha missão era conseguir ficar equilibrada para tirar o visto na Sexta feira, dia 06.
Então vamos lá.
Eu estava com MUITO medo de andar de avião. Sozinha e pela primeira vez. Mas se eu vou embarcar em um avião internacional de 10 horas de duração, como eu podia não ir nesse? Eu fui. e foi legal, no fim das contas. Eu gostei de voar, embora a minha experiência na volta não tenha sido tão boa assim. Mas eu falo sobre ela mais tarde. Cheguei em Campinas e tive que esperar o ônibus da Azul para ir até Congonhas, onde a Camila e a tia dela iam me buscar. Quando eu vi elas fiquei aliviada, sabia que estava segura. (Pelas coisas que eu vejo de São paulo pela TV, já imaginei que ia ser assaltada ou levar um tiro) Estava empolgada demais pra conhecer meu choque de monstro, ir no casv e tirar o visto. Não parava de pensar e tinha surtos de frio na barriga constantemente. No casv estava marcado para as 17:30, mas como a gente estava perto, resolvemos passar lá e tentar naquela hora mesmo, pra não precisar voltar depois. Cheguei lá e não tinha quase ninguém. Perguntei pra moça se ela me atendia antes da hora e ela me respondeu bem assim: ''uma vez que você entra, é atendida''. Foi bem rápido, 2 minutos depois eu ja estava livre. Fomos pra casa, almoçamos, e logo depois eu e a Camila fomos visitar a Brenda. Eu ia conhecer aquela magrela que fala palavrão! A garota do decote do Grand Canyon é um doce de pessoa, e eu amei ter conhecido. A gente conversou muito, falamos muito mal de todas as meninas ridículas que acham que agente tem inveja delas rsrsrsrsrs tadinhas. E foi muito lindo e legal. Nunca foi estranho, parecia que a gente já se conhecia a tempo. Ficamos lá a tarde toda! Só que no outro dia bem cedo tinhamos que buscar a mais gata do choque, então fomos pra casa. Mas antes compramos uma pizza, aquela uma que eu acho que estava deliciosa. Acho, porque não senti o gosto. Eu peguei uma das piores gripes que já tive na vida. Mas a tia Beth me cuidou e me deu remédios. Eu me senti em casa, fui muito bem recebida.  Acordamos 5:30 no outro dia pra buscar a Pam, e já tinha trânsito naquela cidade. Ela estava sentada com aquela bolsa dos EUA, e a maior cara de sono! E ela é alta. haha Voltamos pra casa e fomos direto dormir, a gente estava com muito sono. E de tarde tinhamos que ir pro Casv de novo, porque a Cami e a Pam tinham marcado. Só que dessa vez estava lotado. Tinha muita gente mesmo e demorou um monte. Depois de um tempão saímos de lá, ufa! Voltamos pra casa e assistimos A fantástica fábrica de chocolate.


Depois do filme, começamos a nos arrumar para ir no Outback. Íamos nos juntar, as quatro, pessoalmente pela primeira vez! Que pena que os onion rings estavam ruins :( Mas a batata frita a gente devorou. Foi muito engraçado, rimos demais. Teve um garçom de olho bugado, furto de mesa e 68425 selfies que saíram escuros. A parcecia é enorme e verdadeira. Eu nunca imaginei que faria amigas pela internet. Amigas que eu sei que eu posso contar. Queria que o visto não estivesse marcado pro dia seguinte, assim poderíamos ter ficado mais tempo juntas HEHEHE. Mas mesmo assim, foi tudo muito lindo. A gente sabe que vamos ser amigas da mesma forma lá nos Estados Unidos também.


Minhas lindas, eu amei tudo. Obrigada por sermos amigas!

Quando chegamos em casa eu já comecei a fiicar nervosa de novo. Ia tirar o visto no outro dia de manhã, ah meu Deus! Eu e a Pam nos olhávamos e faziamos cara de nervosismo puro. Dormi com o pijama ao contrário, porque me falaram que traz sorte. Eu só consegui dormir porque a gripe estava me vencendo. A gente tinha só 3 horas pra dormir, porque tinhamos que sair cedo, pra encarar o trânsito, pra chegar na hora. 5:30 o galo tocou. Sim, o galo despertador da Pamela fez o maior escândalo! Até a Meg se assutou e começou a chorar. Eu não consegui nem tomar café, minha barriga já estava num remelexo. O trânsito estava infernal e eu tinha o coração na boca e o cu na mão. Não lembro de tanto nervosismo assim antes. No caminho vimos um homem usando uma jaqueta com a bandeira dos EUA estampada. Foi um sinal! Meu horário era as 08:50, chegamos lá as 07:50. Já fui direto pra fila, que era enorme de gigante. Mas até que passou rápido. Depois que eu entrei e vi que era totalmente diferente do que eu tinha imaginado. Eu achei que a gente fazia a entrevista sentado, mas é em pé. Me mandaram pro guichê 12, onde eu percebi que era uma mulher que ia me atender. Ela aprovou as duas pessoas que estavam na minha frente. Ela me chamou e:

C - Consulêsa
J - Eu

C: Oi!
J: Bom dia.
C: Pra onde você vai?
J: Pro Colorado.
C: Fazer o que?
J: Ser Au Pair.
EM INGLÊS AGORA
C: Então você sabe falar inglês?
J: Sei.
C: Você é graduada?
J: Ainda não.
C (olhando com cara de dúvida enquanto digita e digita): Odontologia, né?
J: Sim.
C: Você tem falando com a sua host family?
J: Sim, sempre por email e skype.
C: E quantas crianças você vai cuidar?
J: 4 meninas.
C (em português): Boa sorte! (risos)
J: Obrigada! rsrs

Ela já estava assinando e já tinha me mandado por a mão no negócinho lá quando olhou pra mim e falou algo que eu não entendi em inglês. Eu só identifiquei a palavra ''date''. Pensei: Ela quer saber se eu namoro? É isso? Será? Pedi pra ela repetir e de novo não entendi. Pedi desculpas e pra ela repetir de novo. Quando eu finamente entendi, que ela queria saber que dia era. Falei ''Six'', e ela fez cara de: Ah, é verdade! Virou pra mim e disse: You visa was approved! Eu vi imediatamente aquele elefante que estava nas minhas costas ir embora. Eu pude respirar tranquila. Me deu vontade de beijar aquele vidro. Mas eu me controlei, disse thank you, escutei ela falar uma pá de coisas que eu não entendi nada, e saí. As lágrimas escorriam de tanta felicidade. Quando estava voltando pro carro vi a Pam na fila, e fiquei pulando e fazendo Jóinha com a mão, bem feliz. Pulei e abracei a Camila também. Agradeci a Deus. O da Pam foi aprovado também, e nós demos um abraço triplo. Muito felizes! Agora é certo, verdade, eu VOU morar nos Estados Unidos.


Sensação de missão cumprida e bora pro shopping tomar um Starbucks e comprar alguns presentinhos pras Kids. Fiquei feliz e logo comecei a ficar triste, porque teria que me despedir das minhas amigas, e voltar. Embora estivesse com saudades da minha cama, eu queria trazer elas comigo. Peguei o ônibus, fui até Campinas, de lá peguei o avião que eu pensei que não ia sair com vida dele, porque teve turbulência e eu já começo a imaginar as piores coisas possíveis. Mas cheguei, e deu tudo certo. Valeu a pena cada minuto. EU AMEI. 
Agora é só pedir a conta, fazer a PID, comprar as coisas que faltam e esperar o dia da viagem. 

Faltam 43 dias.
Um beijo!

5 Comments
Tecnologia do Blogger.

Search

Swedish Greys - a WordPress theme from Nordic Themepark. Converted by LiteThemes.com.