Archive for Setembro 2014

Land of Sunshine

Estranho olhar essa foto:


e pensar que já se passaram 2 mesês. Me da vontade de chorar e sorrir ao mesmo tempo, porque é um sentimento inexplicável. Eu olho pra essa foto e lembro, em um segundo, toda a jornada até aqui. Desde o dia que eu resolvi ser Au Pair, quase perdi a hora de buscar o Passaporte, fui pra outro estado fazer o Itep e achei que tinha reprovado, a angústia de esperar resultado, ansiedade de ficar online, ficar online, famílias, skypes, match, arrumar as malas, aproveitar os últimos dias com a família e namorado, sem falar muito sobre o assunto, porque doía. E o dia de dar tchau pra minha humilde casinha, meu quarto bagunçado, minha cachorra... E o último abraço apertado nas pessoas que eu mais amo na vida, e até daqui a 1 ano pessoal! O olhar triste do meu namorado, ao mesmo tempo querendo me segurar, e ao mesmo tempo sabendo que eu precisava disso. Eu sempre soube que ia vir pra cá, eu só não sabia que o dia chegaria REALMENTE. De repente 20/07 e eu me vi sentada em um avião, voando para longe. Olho de novo para a foto e lembro que esse foi o primeiro sol dos Estados Unidos que eu presenciei. Essa Land of sunshine que eu aprendi a chamar de casa. Eu amei desde o primeiro momento. Todos os dias antes de dormir eu penso: Meu Deus, eu estou aqui. Me custa a acreditar, ainda hoje, depois de 2 mesês. Aos poucos os dias vão passando, e as datas que eu mais temo vão se aproximando. Passei o casamento da minha irmã longe da minha família, e em 4 dias passarei meu aniversário longe deles de novo. Eu sabia que seria assim, mas não consigo não desejar que a máquina do teletransporte existisse.Olho para trás eu vejo a pessoa que eu era. Eu nunca mais serei daquele jeito de novo. Porque a expêriencia que a gente ganha fazendo um interâmbio é algo que muda a vida da pessoa para sempre. Aprendendo a viver sozinha, a controlar o próprio dinheiro, ter jogo de sintura, engolir alguns (vários) sapos. Porque você mora com seu chefe, então não pode mandar ele tomar no cú e hey, I QUIT. Não, você aguenta calada, vai pro quarto e se afoga no travesseiro. E foi por isso que inventaram o final de semana. Pra fazer tudo valer a pela! Eu faço dos meus algo que bata todo o estress dos dias de semana. E funciona! Ta valendo cada segundo, tudo que eu faço bate a saudade de casa e todos os momentos ruins. Ir lá pra fora e olhar o céu do Colorado já ajuda bastante também. É o grande espetáculo do céu, de dia e a noite, eu não consigo parar de olhar. Eu descobri aqui quem são meus verdadeiros amigos. Foi rápido e fácil. Já sei quem eu quero tirar da minha vida quando eu voltar pro Brasil, e já tirei pessoas mesmo estando aqui. Passei a peneira e mandei para longe as pessoas desnecessárias e preconceituosas. Me sobrou um bando de meninas queridas, que eu tive a sorte de conhecer. Formamos um grupo lindo, e eu já me apaixonei por todas, cada uma do seu jeito. Planejamos juntas nossas viagens (nosso ano novo em Vegas vai ser animal), assim como tudo que fizermos juntas. 300 mensagens por segundo no whatsapp não é pra menos! Eu descobri o AMOR VIDA PAIXÃO DELÍCIA que é ter uma Goodwill a 6 minutos de mim. Brechós já são demais no Brasil, imagina aqui. Onde se compra Roller por 5 doláres e vestidos por 3. E a dólar tree salvadora da pátria, matando a fome por U$1. Neve em pleno 12 de setembro! Verão no Colorado. Ver um jogo de Baseball, ir ao red Rocks, perder o controle da Gopro, gastar dinheiro que eu não tenho com coisas que eu não preciso... Balada já é uma merda, agora ir numa balada que consegue ser MUITO merda, só acontece comigo. Presenciei pessoas dançando como se estivesse transando. Deu vontade de vomitar e foi muito chato. Comi comida do Viatnã -ÉCA-, perdi mais alguns kilos. Já comprei em 2 mesês mais do que em 1 ano no Brasil. Ainda não fui no cinema, mas já vi muitos filmes sem legenda na netflix, e consegui entender. Mas o que me deixa mais feliz, é quando eu acordo de manhã e não me vem o mesmo pensamento que eu tinha no Brasil, que era: ''Ah não, mas um dia de trabalho, não aguento mais, não quero sair da cama.'' Não, eu acordo numa boa. Coloco minhas calças leggings, tomo um café, e to pronta pro dia. Minhas meninas me fazem feliz, mesmo quando eu quero chaqualhar elas. Elas são muito engraçadas e com certeza eu me incomodo menos do que gente que cuida só de 2. E assim eu vou levando, um dia de cada vez e contando os dias pra minha viagem pra Califórnia! 16 DIAS! Sexta feira agora minha host family vai me dar uma festa, lindos! E sábado tem o show do Robert Plant, vocalista do Led Zeppelin AAAAAAAAAAAAAAAAAAA esse foi o presente que eu me dei de 22 anos, rs. Sem contar o dinheiro que estamos guardando pra fazer nossas tatuagens. Muito ansiosa!

Red Rocks Amphitheater



Go, Rockies!

Eles perderam, mas a gente continua rindo.

Minhas princesas.

Hey there Delila

cara de Raposa

5 Comments

First Road trip: New Mexico (quando a meta afeta a mina)

Fiz minha 1º Road Trip aqui nos Estados Unidos! Eu e mais três amigas escolhemos o estado de New Mexico para visitar. E aí você se pergunta: que que essa meninas querem fazer lá? Muitas pessoas me fizeram essa pergunta e a resposta é: Breaking bad + estado vizinho, ou seja, menos dinheiro. Eu sou viciada em Breaking bad, mas claro que nós achamos várias outras coisas pra fazer lá.
E pra quem se perguntou por que eu fui pra lá, quebrou a cara, porque foi AMAZING.

Pra começar do começo mesmo, sexta feira dia 05/09 foi o casamento da minha irmã, lá no Brasil. Então eu pensei: preciso fazer algo muito legal nesse dia pra não ficar em casa morrendo. Então sexta feira a Lud, Desi e Mi vieram pra minha casa. Alugamos um carro, um Kia Soul bem fofinho, colocamos músicas em um pendrive, pintamos meu cabelo de ruivo, e as 4:00 am, partimos rumo a Santa Fe, capital de New Mexico. A viagem não é tão longa assim, foram 7 horas pra chegar lá. Mas com a vista do Colorado passou voando. E fomos conversando e parando em postos para comprar suplementos hahaha Paramos na placa de Welcome to New Mexico e já aproveitei pra pagar pau pra placa de Welcome to colorful Colorado, que eu não tinha visto ainda. Ao chegar em New Mexico já se percebe a diferença. Lá, tudo lembra o Mexico! As casas -não sei porque- são todas marrons, sem cor (?). Isso na parte de Santa Fe que nós fomos, que é tipo uma old town. Não fomos pra Downtown. Entramos em tudo que é lojinha, e tudo vende a mesma coisa: Pedras. Não aguentava mais aquelas pedras, e ainda por cima eram caras. Mas, se for pra falar de cultura, New Mexico é um estado super rico. As pessoas são diferentes, as músicas... Estava tendo um festival em uma praçinha, e era só música Mexicana. Nas lojas de bagulhinhos nós achamos algumas coisas bem legais e baratas! Au Pair enloquece com as bugigangas. Como nós acordamos muito cedo, e a viagem foi cansativa, chegou 1:00 pm e eu não conseguia mais aguentar meu olho aberto. MAS COMO ASSIM? eu precisava aproveitar minha primeira road trip! Então foi assim: a Lud e a Desi tiraram um cochilo no carro, enquanto eu e a Michelle fomos no Museu folk que tinha em Santa Fe também. Quando a gente voltou pro carro, e resolvemos que iriamos pra Albuquerque, eu dormi no caminho até lá. O que foi ótimo porque quando eu acordei (ouvindo as palavras Brazillian food), estava nova em folha! Aquela nap salvou a minha vida! Michelle é de pedra e foi a únca que não dormiu. Eu estava morrendo de ansiosa pra Albuquerque. Estaria pisando em solos onde Walter White já tinha pisado. Aguenta coração. (sim, eu sou fanática, tchau). Os lugares onde foram gravadas as cenas são bem perto uma das outras, por isso conseguimos fazer todos os lugares ainda no mesmo dia. Fomos no ''túmulo'' do Walter, Octopus Car Wash, casa do Walter, Crossroads Motel e no ''Los Pollos Hermanos''. Cada lugar novo, um mini infarto novo. Tirei foto de tudo, amei tudo. Na casa do Walter, eu coloquei minha camiseta de Breaking Bad e linda maravilhosa estava na calçada tirando fotos. Até que a garagem e a puta da velha que mora na casa, me mandou sair porque ali era propriedade particular. E eu e ela batendo boca, porque eu falei que estava na calçada e a calçada é pública. Minha amiga até mostrou o dedo do meio pra ela. Conclusão da história: Eu consegui tirar minha foto, mas a velha embaçou tanto que tivemos que ir embora. E que bela história pra contar pros meus filhos: A senhora que mora na casa do Walter White me xingou! Zerei a vida. No motel também precisava pagar, mas olha pra minha cara de quem vai pagar, fui lá no meio da rua tirar fotos, assim, eles não podiam dizer que eu tava tirando fotos do Motel. rs No Car Wash foi bem tranquilo, só tiramos fotos de fora mesmo, até porque dentro não tem muita coisa. E por fim, no Los Pollos Hermanos. O pessoal que trabalha lá fo super legal, falaram que a gente podia tirar as many photos as we want. Então, aproveitamos pra sentar em todos as cadeiras do restaurante, só pra ter certeza que sentamos na mesma cadeira que o Walter. Foi incrível. Depois disso, cansadas e com fome, fomos jantar em um restaurante Brasileiro. Tirei a barriga da miséria com feijão, picanha, pão de queijo e maionese! Nós passamos a noite na casa da mãe do meu host, que foi muito querida em nos hospedar. Então,  como não pagamos hotel, a viagem saiu bem mais em conta. Éramos pra acordar as 7:00 am, mas todas estavam podres, então acabamos acordando as 8. Fomos tomar café no Rabel Donuts, um lugar que faz donuts de metanfetamina. E eu comi e era muito bom. Mas o café queimou a minha língua e ficou doendo pra sempre. Shit!
Depois do café fomos atrás da placa de carro de New Mexico, pra nossa coleção. Achamos na Walgreens. E aí, só faltava ir na tão famosa Rota 66. Sempre vi isso em filmes, e meu Deus, eu estive lá.
Demoramos mais 7 horas pra voltar pra casa, foi bem mais cansativo, mas já sabemos que a volta sempre é. Mas tudo valeu a pena. Muitas risadas e conversas, fotos e histórias pra contar. As vezes você não dá nada pelo lugar que tá indo, mas pela compahia e pelo itnerário acaba sendo DEMAIS!

Eu aqui acabando de escrever esse post e minha host me manda mensagem falando que comprou passagens pra Califórnia pra comemorar meu aniversário. Parece que a próxima trip está programada. VEM OUTUBRO!


Route 66

Hello New Mexico!

Meu lindo Colorado, te amo.

Mercado de Pulgas

:(


Quero pizza no telhado.

A vaca velha que mora lá.

Esperando Jesse

Yes!

Esperando Gus

Eu, feliz

Eu e Guadalupe on the road

Me tornando ruiva

*finge*

Donuts de meta

P.s.: No blog da Michelle tem vídeo e mais histórias!
Beijos!

2 Comments
Tecnologia do Blogger.

Search

Swedish Greys - a WordPress theme from Nordic Themepark. Converted by LiteThemes.com.